7 de fevereiro de 2011

Kindle

Já tenho o meu Kindle faz quase duas semanas e só me posso dizer satisfeita com ele. Para começar é leve e bastante prático. Posso estar deitada na cama, quentinha, aconchegada e só preciso de estar com uma mão ao relento para o segurar e mudar as páginas. É por isso óptimo para o Inverno. Também me parece que vai ter muito uso no Verão, nomeadamente em férias! Como disse é muito leve, tem 3GB de espaço pelo que dá para muitos títulos logo é excepcional para andar a viajar. Quem é maluquinho por livros, como eu, sabe que para uma semana de férias levar 3 livros é capaz de ser pouco. Lembro-me mesmo de umas férias que passei com os meus avós, cerca de um mês fora de casa, e a meio da primeira semana já telefonava desesperada à minha mãe para que não se esquecesse de trazer mais livros quando viesse, no fim-de-semana seguinte. Ela resolveu trazer logo a minha biblioteca (escassa naquela época) e ainda teve de comprar mais alguns livros para me trazer e eu estar entretida! Tivesse eu o Kindle (e houvesse redes wi-fi, já que naquele tempo nem rede de telemóvel quanto mais internet!) naquela época e tal não teria sido necessário! Bastava-me ir ao site do Projecto Gutenberg ou do GoodReads para ter novos livros para ler! Sim, porque dá para visitar e fazer o download directamente a partir do Kindle. Uma maravilha digo eu!

Só tem um ponto negativo, pelo menos de que me tenha apercebido até agora. A leitura de pdf’s, nomeadamente revistas como a Bang!, não é muito prática. Para começar, fica algo lento. As letras ficam minúsculas quando o documento está ajustado ao ecrã, e quando colocamos a 100% é complicado navegar pela folha. Acredito que seja uma questão de prática mas ainda não me dei muito bem com aquilo. No que toca a imagens, o detalhe é espantoso ainda que a preto e branco. Devo dizer que adoro mesmo os screensavers, por assim dizer, que vêm com o Kindle. Dá vontade de ficar a olhar para alguns deles.

Também traz um dicionário inglês, útil para aquelas palavras que nos escapam e facílimo de utilizar. Um pouco mais complicado é tirar notas, mas parece-me que quem usa aqueles telemóveis com teclado QWERTY se dará bem.

São estas, então, as primeiras ilações que tiro destes dias com o Kindle e, não me imaginava a fazê-lo mas estou realmente a gostar. Acho que será excelente como um test drive a alguns títulos. Podemos, por exemplo para fazer download dos excertos que a Saída de Emergência disponibiliza em pdf (atenção, não dá para fazer o download directo, é necessário fazer download para o pc e depois passá-lo pelo cabo USB para o Kindle) e existe mesmo um programa que permite transformar pdf's em formato mobi, e que permite mudar o tamanho da letra bem como o espaçamento entre linhas e caracteres. No entanto, ao fazer a conversão, pode acontecer os números de página do pdf original ficarem a meio do texto ou parágrafos ficarem divididos em dois ou mais.

Não me parece que vá abandonar os livros-objecto. Apesar de tudo, quando gosto mesmo de um livro, não me importo de o comprar. Basicamente é como ir a uma biblioteca mas sem prazos e muito mais leve de se transportar. :)

10 comentários:

Célia M. disse...

Ainda não experimentei fazer directamente download do Goodreads ou do Gutenberg, mas acho que é uma óptima funcionalidade.

De resto, não tenho muito mais a acrescentar em relação à tua experiência, porque a minha é muito semelhante. Fica só a pena pelo facto de a Mediabooks, livraria online portuguesa que tem ebooks em português, ter decidido ignorar completamente os leitores portugueses que optaram pelo Kindle ao só venderem livros em formato .epub, com DRM (logo, sem possibilidade de conversão).

slayra disse...

O Kindle parece-me ser uma ferramenta indispensável para quem gosta de ler. Achei-o fantástico! *dreamy-eyed*

WhiteLady3 disse...

Célia, a primeira coisa que fiz depois de configurar o Wi-fi foi tentar fazer o download desses sites! XD Saltei de contente quando funcionou. Infelizmente só o consegui fazer em casa. Pensei que a rede Wi-fi da PT era gratuita mas afinal não. Mas vou investigar melhor, para depois ir de férias descansada...

Slayra, é lindo não é? :) Estava um pouco reticente, não fiquei descansada enquanto não o tive na mão, mas o envio foi rápido e até telefonaram a confirmar morada e dia de entrega. Como te disse, não o achei muito caro, está ao nível dos disponíveis na FNAC e é melhor que esses, pelo que me foi dado a entender.

Cat SaDiablo disse...

Cada vez mais fico com puppy-eyes quando vocês falam no vosso kindle *.*
Uma colega de trabalho há uns dias foi para casa a dizer que ia receber a sua prenda de Natal atrasada do marido: "um daqueles coisos de ler livros electronicos... aquele da amazon."
Eu: "ah! tens um kindle!"
ela: "sim, é isso. O meu marido comprou supostamente para mim, mas eu nem sei o que é aquilo, ele é que está histérico..."
Eu: -.-'

Dá Deus nozes....
:D

Diana disse...

O que eu queria estar no teu lugar e receber um Kindle em casa! Mas enfim... ficará para outras núpcias.
Até agora só tenho lido coisas boas sobre o Kindle, e na Amazon nem está assim tão caro, por isso é caso para dizer: eu quero! hehehe

WhiteLady3 disse...

Cat, realmente! Pede-lhe para to emprestar! :D

Diana, se não estou em erro não chegou aos 150€ com portes e IVA incluído. Até agora estou a gostar, mas ainda me sinto numa espécie de núpcias. Quando começar a falhar é que vamos a ver... :P

Ana C. Nunes disse...

A experiência parece boa, mas realmente é uma seca isso dos pdfs, mas já tinha ouvido dizer isso mesmo. Ainda assim, é um avanço desde os tempos em que o Kindle nem permitia a leitura de ficheiros nesse formato.

Gostava de comprar um, e a verdade é que já está a um preço muito mais acessível, mas ainda não me decidi a comprar um ebook reader. Veremos no futuro.

Entretanto, é sempre bom ir lendo estes contares da experiência, para adoçar o bico.

WhiteLady3 disse...

Confesso que pouco li sobre pdf's e Kindles, mas sim já é um avanço. Provavelmente livros em pdf até se lê bem, mas para ler as revistas é preciso um pouco mais de prática e paciência (já que fica mesmo lento e é isso que me chateia mais) mas ainda não desisti por completo de ler os pdf's.

Por enquanto só o posso aconselhar. Não consigo deixar de frisar o quão leve o Kindle é e cabe na minha mala, sem ter que estar a pensar que tralha é que tenho de deixar em casa se quiser levar um livro!

Book Addict disse...

Olá, ando para comprar um Kindle para aí à 1 ano mas algumas das críticas negativas no site da Amazon têm-me mantido na dúvida. Algumas das críticas que li dizem que ao fim de algum tempo o aparelho começa a funcionar mal, foi esse o teu caso? E tiveste de comprar a partir da Amazon USA certo?

Basicamente, pergunto-te se, ao fim de um ano e tal, a experiência continua a ser positiva e se continuas a recomendar hehe :)

WhiteLady3 disse...

Sim, continuo a recomendar, até porque só agora é que descobri que tem jogos e tudo. xD E já consegui sincronizar com o Calibre e tudo, que era algo que ainda demorei a perceber e que dá muito jeito para organizar os e-books.

Até agora não tive qualquer problema. Parece-me que a bateria não dura tanto como dizem, mas eu também uso bastante o wi-fi, que desgasta sempre mais energia. Sim, teve de vir da Amazon USA, a não ser que tenhas alguém na Espanha ou na França que faça a compra e te envie.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...